Em entrevista à ARII, aluna conta que intercâmbio é a melhor forma de expansão do conhecimento

Em entrevista à ARII, a discente Tiemy Teles conta um pouco sobre seus estudos realizado na Itália pelo CsF (agosto de 2015 a julho de 2016) e afirma que  é preciso conceber o intercâmbio como uma oportunidade que te dará a chance de viver um dos melhores ano da sua vida, com experiências inimagináveis e inesquecíveis.

ARII – Por que fazer intercâmbio?

Tiemy Teles - O intercâmbio é a melhor forma para você se conhecer melhor. Também é uma grande oportunidade para adquirir novas experiências e amadurecimento pessoal. Decidir fazer intercâmbio é sair da zona de conforto, é conhecer o mundo,  aprender a enfrentar as dificuldades sem depender de ninguém. Além de tudo isso, esta é a melhor experiência para conhecer novas culturas, novas pessoas, e uma nova língua.

 

ARII – Como foi escolher ir pra Itália? Conveniência? Atendia melhor suas expectativas?

Tiemy Teles - Na verdade o inglês era única língua na qual possuo fluência o que me facilitava ingressar em universidade americana, porém as instituições de ensino dos EUA só aceitavam que cursássemos o ciclo básico, o que significava ter que repetir matérias e isso era algo totalmente desnecessário. Então, passei a analisar a possibilidade de ir para os países que ofereciam uma grade flexível como a Espanha, Itália e Polônia. Como eu tinha dois amigos que haviam participado do CSF no edital passado para a Itália (Camilla Nobre e João Pedro) busquei junto a eles informações sobre as universidades italianas. Fiquei fascinada ao ouvir o relato dos dois sobre o País, as maravilhosas experiências que tiveram e sobre a facilidade com que aprenderam a língua. Então, não tive dúvidas em escolher a encantadora Itália e aceitei o desafio de aprender italiano em 3 meses.

 

ARII – Alguma dificuldade ao chegar na Itália, choque cultural ou algo que você estranhou bastante?

Tiemy Teles – Cheguei na Itália em agosto de 2015, mês em que a maioria dos italianos viajam por estarem de férias, a cidade fica realmente vazia, tanto que muitos restaurantes, lojas, supermercados ficam fechados, até o transporte público é reduzido nessa época. Este período de baixa movimentação na cidade é conhecido como “Ferragosto”, assim admito que o primeiro mês foi simplesmente horrível, pois por conta de tudo isso a cidade não foi muito receptiva. Mas, em geral, independente da época do ano, as As pessoas em geral foram sempre muito gentis e educadas, um senhor até me ofereceu carona quando eu estava perdida procurando um supermercado.

 

ARII – Fale sobre seu aproveitamento acadêmico? Você se envolveu com grupo de pesquisa ou fez estágio?

Tiemy Teles - Eu fiz estágio em hemato-oncologia pediátrica, gastroenterologia, dermatologia, cardiocirurgia, pediatria, ginecologia e obstetrícia. Além dos cursos de italiano durante o 1º e 2º semestre na própria Università degli studi di Padova.

 

ARII - Sobre seu desenvolvimento pessoal, como você avalia a Tiemy antes e depois do intercâmbio?

Tiemy Teles - O intercâmbio valeu muito a pena, eu amadureci muito, me tornei uma pessoa independente; quando estamos longe aprendemos a dar valor às pessoas que realmente se importam com a gente, valorizamos mais a família, os amigos, o presente, as oportunidades, percebemos que a nossa cultura é conhecida mundialmente, que conhecer a nossa floresta amazônica é o sonho de vários estrangeiros e que a maioria dos manauaras não a valorizam; que o mundo lá fora é lindo e merece ser desbravado. Antes dessa experiência eu tinha uma mente fechada, tinha receio de sair da minha própria casa, que dirá de mudar de cidade. Porém, após essa experiência eu aprendi a estar com minha mente aberta a todas as oportunidades, como por exemplo fazer estágios  ou residência fora do Brasil. O mundo é enorme e a vida é curta demais pra termos medo de viver.

 

ARII - Qual seu incentivo para quem está pensando em viver esta experiência?

Tiemy Teles - Não tenha medo do que os outros vão pensar sobre você ou se as pessoas vão te criticar por atrasar um semestre na faculdade; é preciso pensar que esta oportunidade poderá dar a chance de você viver o melhor ano da sua vida, com experiências inimagináveis e inesquecíveis.