Da Ufam para o Canadá, conheça a história do aluno Adrian Medeiros

Por Aldinea de Paula
Equipe Proeg

Estudar no exterior continua sendo desejo alimentado por milhares de jovens,  afinal morar em outro País significa no mínimo aprender um novo idioma, em busca desta experiência e sobretudo de trabalhar em pesquisa na sua área de formação, o aluno Ádrian Medeiros, do curso de Engenharia Mecânica da Ufam, parte precisamente no dia 15 de julho para o Canadá, para Universidade Manitoba. Vem comigo, vamos saber um pouco dessa história

Da Ufam para a Amazônia, da Amazônia para o mundo

“Bom, há cerca de quase dois anos eu estava engajado como voluntário em projeto de pesquisa vinculado ao Programa Institucional de Bolsas de Iniciação em Desenvolvimento Tecnológico e Inovação (Pibit), sob a orientação do professor João Caldas, sobre turbina hidrocinéticas para uso na bacia amazônica, por conta disso passei a pesquisar na internet sobre o assunto, foi quando...”

Estudante Ádrian Medeiros do curso de Engenharia Mecânica da Ufam

Quem procura acha

“Eu estava bem empolgado em estar estudando sobre como gerar energia hidrocinética, ou seja, geração de energia a partir das correntes de águas de rios e mares, então eu precisava de bibliografias que me ajudassem a apreender melhor sobre a adoção positiva dessa tecnologia, principalmente quanto ao baixo impacto ambiental. Foi quando, entre um click e outro eu encontrei o site do Canadian Hydrokinetic Turbine Test Centre (CHTTC),  comecei a navegar, logo constatei o imenso potencial de pesquisa do laboratório, não bastasse isso vi que eles estavam realizando o projeto intitulado “Renewable energy in South America”,  e o melhor eles estavam em busca de parceiros na América do Sul.”

Diálogo faz bem, gera confiança, e oportunidades

“Eles precisavam de parceiros e eu precisava de uma oportunidade, enviei e-mail, pra minha surpresa eles responderam e já neste primeiro contacto demonstraram bastante disposição em trabalhar comigo. Daí, em diante, nossa comunicação estava estabelecida e passamos a trocar informações e conhecimentos acerca, principalmente de experimentos realizados pelo laboratório, isso durou quase dois anos, então, em  março de 2019, recebi e-mail do diretor com proposta para trabalhar durante quatro meses com a equipe do CHTTC, difícil de acreditar, mas era verdade. Após todos os trâmites exigidos pela Universidade, recebi na primeira semana de maio, o aceite”

Um pouco de sorte e muito trabalho

“Sim, estou muito feliz, mas estou consciente de que esta é uma oportunidade única,  fruto de muito trabalho e que exigirá de mim total comprometimento, porém poder realizar pesquisa com uma turbina hidrocinética smart-hydro é como alguém que brinca de estar dirigindo uma Ferrari e de repente alguém diz - se prepara que amanhã você vai dirigir uma ferrari de verdade, numa pista livre e sem limite de velocidade - .”

Fazer intercâmbio é muito rico, mas não é perfeito

“Sabe eu diria que os alunos não devem se desanimar diante da possibilidade de não aproveitarem ou aproveitarem apenas em parte os estudos feitos durante o intercâmbio, na minha opinião a experiência é tão recompensadora que vale quaisquer possíveis ônus na vida acadêmica, ademais se você realmente se compromete, a experiência não termina depois de quatro meses, mas continua  de alguma forma reverberando em sua vida acadêmica e profissional,  pois este é o tipo de oportunidade que sempre te levará a outra..., e a outra.., oportunidade.”

 Fonte: UFAM/PROEG

Professor Luís Antonio Paulino profere palestra sobre Instituto Confúcio na Unesp

Por Sebastião de Oliveira
Equipe Ascom Ufam

A palestra “Dez anos construindo pontes entre o Brasil e a China” fez parte da programação de inauguração da sede do Instituto Confúcio na Unesp/Ufam na manhã da última sexta-feira, 17.  Proferida pelo diretor do Instituto, professor Luís Antonio Paulino, o evento ocorreu pela parte da tarde, no auditório Rio Jatapu da Faculdade de Educação (Faced), localizada no Setor Norte do Campus Universitário.

Relatar sobre a trajetória da Instituição e o fortalecimento entre Brasil e China foi o objetivo da palestra, que contou com a presença da titular da Assessoria Relações Internacionais e Interinstitucionais (ARII), professora Leda Brasil, do pró-reitor de Inovação Tecnológica, professor Waltair Machado, do diretor da Faculdade de Letras (Flet), professor Wagner Barros, e do coordenador do Curso de Língua Inglesa, professor Sérgio Armstrong Silva, além dos professores de Mandarim Lyu Jieqiong (Estela) e Bai Zhipeng (Bernado).

A palestra

No início de sua fala, professor Luis Antonio agradeceu aos professores Leda Brasil e Wagner Barros pelo convite e, dando prosseguimento, disse que o Instituto Confúcio é uma organização ligada ao Governo Popular da China, mas especificamente ao Ministério da Educação daquele país. Comparável a outras instituições de ensino de língua estrangeira como a Aliança Francesa (AF), o Instituto Cultural Brasil-Estados Unidos (ICBEU) e outros, o Instituto está vínculo a duas Universidades, a Estadual Paulista “Julio de Mesquita Filho”(Unesp)" e a Hubei, na China.

Ele disse que a parceria estabelecida com a Ufam é um passo para que ela possa criar seu próprio Instituto. No entanto, o convênio firmado compartilha recursos como, por exemplo, material didático e professores nativos para que se possa iniciar estudo da língua chinesa. Nesse sentido, o docente definiu a missão do Instituto, que é o ensino da língua chinesa, a divulgação da cultura e da história da China e o fortalecimento do intercâmbio cultural e acadêmico entre os dois países.

As razões são várias para manter o intercâmbio cultural com aquele país asiático. Paulino destacou os fatores principais, como o potencial econômico e científica da China; colocando o Brasil sendo principal parceiro comercial e, consequentemente, a China como maior investidor externo nas mais diversas áreas.

O diretor do Instituto acredita que, à medida que a China se transforma na grande potência econômica mundial, seus interesses passam a ser projetados em outros países, pois, apesar de ser um país rico, fica dependente de importações, exigindo que países exportadores aprofundem suas relações.  “Então, o Instituto se encaixa nesse sscopo”, disse Paulino. O palestrante acredita que, por meio dessa entidade de ensino do mandarim, seja possível facilitar a interlocução entre as pessoas. “As comunicações e as relações institucionais perpassam pelo contato entre pessoas”, falou o docente, afirmando que “a gente sabe que um dos aspectos essenciais da relação interpessoal é a língua”.

O Instituto Confúcio mantém parcerias com 10 universidades brasileiras, recentemente estabeleceu convênio com a Universidade Federal do Maranhão (UFM) e a Secretaria de Ciência e Tecnologia do mesmo estado, além da Ufam, totalizando 12 unidades nos estados da federação. “O instituto Confúcio é um espaço de interlocução, de confiança e de relacionamentos para que as pessoas possam se comunicar, trocar ideias e debater, possibilitando a criação de um caminho de mão dupla, viabilizando a comunicação conosco”, completou o Paulino.  

“A gente fica feliz por estar contribuindo com a Ufam; ou seja, por criar canais de comunicação, sobretudo, em nível interpessoal, e a língua é essencial nesse processo”, finalizou o palestrante.   

Certificação

Após a apresentação e os questionamentos dos presentes, a assessoria da ARII, professora Leda Brasil, e o diretor da Flet, professor Wagner Barros, entregaram o certificado de participação do professor palestrante. Na ocasião, a assessora agradeceu pela excelente palestra e ter ficado surpresa por saber dos locais em que o Instituto tem sede, parabenizando o diretor pela riqueza administrativa que vem desenvolvendo à frente da Instituição.

Em seguida, o diretor da Flet completou: “não se passa por uma janela, mas é uma porta que está sendo escancarada para que nós possamos ter acesso à cultura e à língua chinesas e ter possibilidades melhores com a China”.   

Sobre o palestrante

Luís Antonio Paulino é professor da Universidade Estadual Paulista (Unesp) da Faculdade de Filosofia e Ciências, Campus Marília/Unesp, no curso de graduação Internacional e Pós-Graduação em Ciências Sociais. Possui graduação em Engenharia pela Faculdade de Engenharia Industrial (1997), mestrado em Economia e Finanças Públicas pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), em 1992 e doutorado em Ciências Econômicas pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). É diretor do Instituto Confúcio na Unesp, membro do Conselho da Matriz do Instituto, em Pequim e supervisor convidado da Universidade de Hubei. Foi assessor especial do Ministério da Fazenda, em 2003, secretário adjunto da Secretaria de Coordenação Política Institucionais da Presidência da República (SCPIPR), em 2004/2005, e chefe da assessoria do Ministério do Esporte (ME), em 2012/2014.             

 
 

 

ARII divulga resultado final da seleção para o BRACOL 2019

Por meio do edital nº 005/2019 com vistas a selecionar alunos para Mobilidade Acadêmica na Colombia, a Assessoria de Relações Internacionais e Interinstitucionais da UFAM divulga o resultado final do processo seletivo para ingresso no segundo semestre de 2019. Acesse resultado final abaixo.

ARII divulga resultado final da seleção para o BRAMEX 2019

Por meio do edital nº 004/2019 com vistas a selecionar alunos para Mobilidade Acadêmica no México, a Assessoria de Relações Internacionais e Interinstitucionais da UFAM divulga o resultado final do processo seletivo para ingresso no segundo semestre de 2019. Acesse resultado final abaixo.

ARII divulga resultado preliminar do Edital 005/2019 BRACOL

Por meio do Edital nº 005/2019 com objetivo de selecionar alunos para Mobilidade Acadêmica na Colômbia (Bracol), a Assessoria Relações Internacionais e Interinstitucionais da UFAM divulga o resultado preliminar do processo seletivo para ingresso no segundo semestre de 2019. 

 

Acesse o resultado preliminar abaixo.

ARII divulga resultado preliminar do Edital 004/2019 BRAMEX

Por meio do Edital nº 004/2019 com objetivo de selecionar alunos para Mobilidade Acadêmica no México (Bramex), a Assessoria Relações Internacionais e Interinstitucionais da UFAM divulga o resultado preliminar do processo seletivo para ingresso no segundo semestre de 2019. 

 

Acesse o resultado preliminar abaixo.

Resultado Credenciamento, Edital nº 001/2018 - 9ª divulgação

A Assessoria de Relações Internacionais e Interinstitucionais – ARII divulga o nono resultado do credenciamento referente ao Edital nº 001/2018 que seleciona instituições com vistas à celebração de Acordo de Cooperação com a FUA para fins de fomento a projetos de ensino, pesquisa, extensão, desenvolvimento institucional, bem como a ações de intercâmbio de discentes, docentes e técnicos, e apoio à pesquisa e à Mobilidade Acadêmica nacional ou internacional. 

ARII divulga a retificação do Edital 005/2019 BRACOL

A Assessoria de Relações Internacionais e Interinstitucionais - ARII divulga retificação ao Edital nº 005/2019 que trata da seleção de alunos para o programa de mobilidade BRACOL - Brasil - Colômbia.

Acesse Retificação e o Edital abaixo.

 

ARII divulga a retificação do Edital 004/2019 BRAMEX

A Assessoria de Relações Internacionais e Interinstitucionais - ARII divulga retificação ao Edital nº 004/2019 que trata da seleção de alunos para o programa de mobilidade BRAMEX - Brasil - México.

Acesse Retificação e o Edital abaixo.

Resultado Final da Seleção Promisaes 2019/1

A Asessoria de Relações Internacionais e Interinstitucionais - ARII divulga o resultado final da seleção para bolsas ofertadas pelo Projeto Milton Santos de Acesso ao Ensino Superior - Promisaes 2019/1, destinadas aos discentes vinculados ao Programa de Estudante Convênio de Graduação (PEC-G).

Acesse resultado abaixo.