Programa de Voluntariado da ARII

Em mais uma iniciativa, a Assessoria de Relações Internacionais e Interinstitucionais abre suas portas, desta vez por meio do Programa de Voluntariado da ARII, cujo objetivo é manter de formar permanente e contínua os serviços prestados pela ARII, bem como atendimento mais elevado, ágil e excelente, em face da oportunidade de contar com o talento de pessoas interessadas em se engajar com o trabalho voluntário.

As inscrições para o Programa serão abertas de acordo com projetos a serem executados em médio e longo prazo.

Acesse anexo e saiba mais 

 

 

Bolsas para mestrado em cinema e audiovisual

O programa Master of Fine Arts (MFA) em parceria com fundação Fundação Fullbright, e CAPES, abre inscrições para bolsas de mestrado em roteiro de cinema nos Estados Unidos. O curso de formação de roteiristas oferece aos estudantes uma oportunidade de formação específica da área de cinema e audiovisual que ainda não é oferecido no Brasil. As inscrições vão até o dia 12 de junho.

Para se candidatar é preciso atentar a alguns pré-requisitos, ter diploma de nível superior até o encerramento das inscrições, proficiência em inglês e não possuir título de mestrado em qualquer área de conhecimento entre outros. A bolsa cobre todos os gastos com viagem, moradia e custo de vida, seguro-saúde e as mensalidades do curso.

Para saber mais, clique aqui.

Resultado da seleção para bolsista em apoio à secretaria na ARII

A Assessoria de Relações Internacionais e Interinstitucionais - ARII divulga o resultado da seleção para bolsista na ARII para trabalho em apoio à secretaria, eventos e trâmites de processo.

Acesse resultado abaixo.

Attachments:
Download this file (RESULTADO NATACHA.pdf)Resultado

Fundação na Alemanha oferece bolsas para mestrado

A Fundação Alexander von Humboldt abre inscrições para brasileiros que desejam realizar projetos no país, através do programa de bolsas “German Chancellor Fellowship for Tomorrow’s Leaders”. A bolsa busca pessoas que mostrem liderança em suas futuras áreas e exige que o projeto tenha significância social e sirva para criar laços entre Alemanha e Brasil.

A bolsa cobre os custos do curso, custos da viagem para a Alemanha, um curso de até três meses de alemão antes do início do projeto, um valor mensal entre 2.150 e 2.750 mil euros participação em eventos sobre o país. As inscrições vão até 15 de setembro, mais informações clique aqui.

Sobre o programa:

A Fundação Alexander von Humboldt procura líderes de amanhã - do Brasil, da China, da Índia, da Rússia e dos EUA. A Sociedade Alemã de Chanceler oferece a oportunidade de estudos na Alemanha para ajudar o seu desenvolvimento profissional, independentemente do seu campo de trabalho. O chanceler da República Federal da Alemanha é o patrono deste programa de bolsas. A Fundação concede até 50 bolsas alemãs anualmente, até dez bolsas para cada país. Saiba mais.

Candidaturas para Universidade de Algarve

A Universidade do Algarve, Portugal, está com inscrições abertas para candidaturas visando receber alunos em mobilidade para o ano letivo 2017/2018. Oferece vagas para graduação em vários cursos. O prazo para as candidaturas vai até 31 de maio para entradas no primeiro semestre e até 31 de outubro para entradas  no segundo semestre.

Os alunos da Ufam interessados em apresentar suas candidaturas devem enviar e-mail para O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. indicando nome completo, curso pretendido e e-mail até o dia 01 de maio, 2017. A ARII encaminhará a lista ao Gabinete de Relações Internacionais e Mobilidade da Universidade de Algarve (GRIM) para que possa enviar aos candidatos o link onde poderão formalizar suas candidaturas. Em caso de aceite, a documentação será encaminhada para o aluno pela Faculdade da UAlg responsável pelo oferecimento do curso. ainda, neste caso, será necessário o aluno providenciar passaporte e visto de estudante, bem como seguro saúde.

Os alunos oriundos de universidades que mantém Acordo de Cooperação com a UAlg (a Ufam mantém Acordo de Cooperação com Universidade do Algarve há mais de cinco anos) estão isentos do pagamento de taxas e mensalidades, e podem solicitar, no momento da candidatura, moradia na universidade (a concessão de alojamento depende de parecer da UAlg). Quanto às refeições, as cantinas da universidade oferecem café, almoço e jantar, de segunda a sábado, por preço bem mais baixo aos praticados pelo mercado local. A UAlg também disponibiliza carteira para transporte entre a cidade de Faro e os Campus de Penha, Gambelas e Saúde.

Para mais informações sobre cursos oferecidos, visto, lugares para alugar, transportes e custo de vida, acesse anexo abaixo.

Para conhecer site da Ualg/estudantes internacionais, acesse aqui.

         

 

 

Attachments:
Download this file (OFERTVAGASUALG.pdf)Oferta de Vagas UAlg

Professora da Ufam ministra aulas em curso internacional

Selecionada para a Cátedra Capes/CES de Ciências Sociais e Humanas (em 2015) a professora  Ivani Ferreira, do departamento de Geografia da Ufam, passou seis meses (segundo semestre de 2016) realizando atividades acadêmicas na Universidade de Coimbra, Portugal, para alunos de doutorado. “A recepção na universidade de Coimbra foi a melhor possível. Além de todos os acessos à universidade, foi-me disponibilizada uma sala, o que facilitou muito a produção acadêmica”, comenta.

Ivani Ferreira relata ter se adaptado facilmente à nova realidade, não tendo nenhuma dificuldade ou problema. “Na verdade, fiquei bem admirada com a facilidade em alugar um apartamento, precisei apenas apresentar registro de cidadão provisório (como nosso CPF) e sem nenhuma burocracia pude assinar o contrato”, relembra.

Durante toda sua estadia na Universidade de Coimbra, a pesquisadora desenvolveu suas atividades no Centro de Estudos Sociais e Humanas (CES), sempre envolvida com aulas para alunos de doutorado, Bancas Examinadoras de futuros doutores e com a exposição de palestras. “Desenvolvida no formato de seminários, as palestras contavam com a participação de professores e alunos, inclusive com a presença da coordenadora geral dos cursos de doutorado, professora Paula Menezes, ou seja, eu realmente precisava representar bem a Ufam. Como os temas dos seminários versavam sobre Educação Indígena, com vistas a discutir conceitos de etnodesenvolvimento, eu me sentia bem a vontade para falar, já que esse tem sido nosso campo de estudos há mais de vinte anos”, explica.

A rica experiência do intercâmbio proporcionou à professora Ivani Ferreira muitos momentos gratificantes, como por exemplo, encontrar dois alunos brasileiros de doutorados que a abordaram solicitando autógrafo em seu livro “Território e Territorialidade Indígena do Alto Rio Negro”, porém, a docente ressalta dois momentos super importantes e que, de certa forma, a recompensa por todos os anos dedicados à pesquisa. “Então, na minha última semana em Coimbra foi que eu tive a grata satisfação de conhecer o diretor do CES, professor Boaventura de Sousa Santos, e de ser convidada para escrever um artigo para o próximo livro dele sobre Metodologias Alternativas ao Sistema, pra mim isso é uma honra, pois o professor Boaventura é um renomado pesquisador”, comenta. A professora também foi convidada para ministrar aulas em curso internacional de especialização a distância em Epistemologia do Sul.

Os ganhos com o intercâmbio extrapolaram a vida acadêmica e refletiram no desenvolvimento pessoal da pesquisadora. “Voltei de Coimbra com meus horizontes ampliados, aprendi a reduzir meu ritmo acelerado e a valorizar outras atividades importantes em minha qualidade de vida”, conclui.

Saiba mais sobre o CES

Conheça o professor Boaventura Sousa.

 

ARII abre vaga para bolsista

A Assessoria de Relações Internacionais e Interinstitucionais – ARII está com inscrições abertas (até o dia 23 de abril, 2017) para alunos da Ufam dos cursos de Letras – Língua Inglesa, Língua Portuguesa, Língua Francesa, Língua Japonesa, Língua Espanhola, Libras e Administração, a partir do 3º período, interessados em trabalhar como bolsista na Assessoria, desempenhando atividades de atendimento ao público, secretaria, apoio a eventos, dentre outras de cunho administrativo.

A carga horária é de 20 horas semanais (segunda a sexta-feira, no período da manhã).

Para se candidatar, os discentes devem preencher ficha de inscrição (abaixo), anexar currículo com foto e histórico e escolar, e em seguida enviar para o e-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Após a análise dos currículos, os candidatos serão convocados (via e-mail) para entrevista.  

Informações com Aldinéa de Paula por meio do telefone 3305-1753.  

Acesse aqui para conhecer equipe ARII.

Attachments:
Download this file (FICHA_INSCRICAO_BOLSISTA.doc)Ficha de Inscrição

Instituição oferece bolsas integrais para mestrado

O fundo mantido pela Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP), abre inscrições para financiar estudantes de que queiram estudar temas relacionados a desenvolvimento econômico, meio ambiente, ciências e tecnologia em seu mestrado. Para se candidatar é preciso ter entre 23 e 32 anos, possuir graduação completa e um bom desempenho acadêmico e já ter sido aceito ou estar matriculado em algum curso de mestrado com início em agosto/setembro de 2017. As inscrições vão até o dia 1º de maio. Para mais informações clique aqui.

 

Sobre o Programa

O OFID – Fundo OPEC para Desenvolvimento Internacional – é uma instituição intergovernamental estabelecido em 1976 pelos países membros da OPEC. Seu objetivo é promover cooperação financeira entre os países-membro e outros países em desenvolvimento, a fim de oferecer apoio ao desenvolvimento socioeconômico dos últimos.

 

ARII entrevista o aluno Pedro Amorim, recém-chegado de intercâmbio na França

Pedro Amorim, aluno de Engenharia de Petróleo e Gás, conta pra ARII como foi arrumar as malas e seguir para França onde passou um ano estudando na École Nationale Supérieure de Chimie de Lille (ENSCL).

Quanto vale um incentivo?

“Na verdade sabia da possibilidade de fazer intercâmbio, mas não era algo que eu tivesse colocado como um objetivo a ser perseguido, então no início de 2015 abriram as inscrições para o edital do Brafitec, coordenado pela professora Ocileide Custódio. Em conversa com um amigo da Faculdade fui bastante incentivado a me inscrever. A questão era que eu não falava uma palavra de francês, mas decidi enfrentar o desafio. Me matriculei em curso intensivo, estudava todos os dias, das 8 às 13h, durante um mês e meio. Mas, também eu ouvia música e assistia filmes em francês. Assim, consegui me submeter ao teste de proficiência e alcançar o nível exigido para participar da seleção. O que posso dizer é que sou muito grato ao meu amigo por ter mostrado que era possível viver experiência tão inesquecível”.

Venci o medo

“Quando chegou a hora de embarcar para Fortaleza, ou seja, quando eu estava em Belém me despedindo da família foi o momento em que bateu aquele medo, mas não dá pra voltar, pensei apenas: eu vou. Mas acho que esse é um medo natural, afinal realmente estamos diante de algo totalmente novo. Porém, como chegamos na França no mesmo ano em que houve o  ataque terrorista à revista Charlie, nós éramos orientados pela Faculdade a sempre estar com o passaporte, pois constante haviam revistas, além disso, tomava bastante cuidando para não nos envolvermos em nenhuma situação de conflito, ou seja, toda essa situação causava um pouco de ansiedade. Eu realmente senti muito medo quando viajei da França para Noruega, sem visto, pois ainda não havia chegado, para realizar estágio. Da Noruega, eu já estava com  minha passagem marcada para o Brasil, ou seja, tudo tinha que dá certo, ainda bem que tudo terminou bem”.

 

Aventura desde o começo

"Como sou de Belém, viajei uma semana antes de partir para o intercâmbio para rever meus pais, irmãos e amigos, enfim poder me despedir da família. Ocorre que meu passaporte com o visto ainda não havia chegado, então pedi a um colega que também havia sido selecionado para o Brafitec que recebesse o passaporte pra mim e me entregasse quando nos encontrássemos em Fortaleza, de onde sairíamos para a França. Dessa forma, eu viajei no dia 20 de julho, de 2016 para Belém, no dia 24 de meu passaporte chegou e no dia 26 foi que recebi das mãos do colega Jeferson Minho, foi quando respirei aliviado, pelo menos imaginava, pois na conexão para a França minha mala seguiu para outro destino, recuperei somente quatro meses depois".

 

Na França

“Durante todo o período em que permanecemos na França moramos em uma residência chamada Albert Camus, é como se fosse uma república. Lá moravam muitos estrangeiros, era um lugar bom, próximo da Universidade e que nos proporcionou imergirmos na língua, pois falávamos  em francês do tempo todo. Nossa adaptação foi tranquila, pois como já morava sozinho em Manaus, não tive nenhuma dificuldade em cuidar de tudo. Quanto à minha interação social avalio como excelente, claro que os franceses são um pouco frio, como todo europeu, mas com o tempo as amizades foram surgindo, tanto na Faculdade como em outros ambientes”.

 

Estudos

“Avalio meu aproveitamento acadêmico como muito bom. Estudei muito, principalmente sobre petroquímica e otimização de materiais. Fiz oito disciplinas em cada semestre. Além disso, realizei estágio na Universidade da Noruega em Engenharia de Nanomateriais Aplicada à Instrumentação Off shore. Foram seis meses trabalhando em laboratório da Universidade, mas o melhor dessa experiência foi poder estudar e pratica a língua inglesa”

 

O que mudou no Pedro?

“Não mudei muito, acho que meus ganhos foram muito mais acadêmicos do que pessoais, talvez pelo fato de desde muito cedo administrar minha vida, no entanto, é impossível viver uma experiência dessa e não mudar, então o eu diria que aprendi a observar bastante, ser cauteloso, a ouvir e a esperar para expor minha opinião”.

 

Sobre o intercâmbio

“O intercâmbio é uma experiência inesquecível, animadora, que te enriquece do começo ao fim. Sim, eu acho que qualquer pessoa deve realizar intercâmbio, mas para isso ela deve esquecer as dificuldades que muitas vezes cercam esta decisão e pensar nos pontos positivos, principalmente na oportunidade de agregar valor aos seus estudos e nós sabemos que este é diferencial super importante no currículo”.

 

 

 

Programa de Bolsas de Mestrado para o Reino Unido

Lugar de várias universidades consideradas como melhores do mundo, o Reino Unido recebe por meio de diversos programas, cerca de quinhentos mil estudantes estrangeiros por ano, para falar sobre o Programa Chevening de Bolsas de Mestrado para o Reino Unido estará na  Ufam, no dia 20 de abril,  a coordenadora do Programa no Brasil, senhora Caroline Macdonald, que dentre outros assuntos divulgará bolsas de mestrado, bem como explicar sobre todas as oportunidade de intercâmbio oferecidas pelo Chevening Brasil para o ano de 2018.

De acordo com a coordenadora as oportunidades a serem apresentada contemplam alunos (graduação e pós-graduação) e docentes, mas o público-alvo são profissionais graduados com no mínimo 2 anos de experiência profissional que desejam expandir seu potencial de liderança

O evento é gratuito, aberto a todas as instituições de ensino superior de Manaus e ocorre às 15h do dia 20 de abril, no auditório Rio Negro, localizado no Instituto de Ciências Humanas e Letras (setor norte do Campus Universitário).

Abaixo breve currículo da senhora Caroline Macdonald.

Acesse site Programa Chevening Brazil.