Breve histórico da área de Cooperação Técnica

A história das relações internacionais na Ufam tem início em 1987, na gestão do professor Roberto dos Santos Vieira (1985-1989), com a criação do Departamento de Cooperação Técnica - DCT, vinculado à Sub-Reitoria para Pesquisa e Pós-Graduação, cujo objetivo era desempenhar a função de Núcleo Articulador da Universidade com instituições de ensino superior e de pesquisa, nacionais e estrangeiras. Em 1990, o professor Milton Hatoum é o segundo a ocupar a direção do departamento. 

Em 1994, o professor Nelson Abrahim Fraiji assume a reitoria e dentre a mudanças implementadas foi criado, em substituição ao DCT, o Escritório de Assuntos Internacionais (EAI), tendo como gestora a professora Izabel Falcão.

Na gestão do professor Walmir de Albuquerque Barbosa (1998 a julho de 2001), o Escritório de Assuntos Internacionais foi extinto. Em seu lugar foi criado o Programa de Relações Interinstitucionais e Internacionais.

Em julho de 2001, o professor Hidembergue Ordozgoith da Frota assume a reitoria e uma de suas primeiras medidas é reorganizar o Departamento de Cooperação Técnica, que volta a funcionar tendo como diretor o professor José Duarte Alecrim e a professora Regina Marques Marinho como responsável pelas Ações Internacionais.

A nova gestão percebeu a necessidade de dinamizar as ações do departamento e, principalmente, melhorar a comunicação com a comunidade acadêmica. Assim, foi elaborado pela diretoria da época Projeto de Reestruturação do Departamento a fim de que as mudanças iniciadas em 2001 adquirissem formatação administrativa mais adequada às funções que vinham sendo desenvolvidas.

Dessa forma, por meio da Resolução nº 009/2004, o DCT foi reestruturado e passou a ser denominado como Departamento de Relações Interinstitucionais, adotando a sigla “DRI”, porém, continuava vinculado à Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação (Propesp).

O DRI funcionou até início de 2009, quando, na primeira gestão da professora Márcia Perales Mendes Silva (2009 – 2013), o órgão passou a ser chamado de Assessoria de Relações Internacionais e Interinstitucionais (ARII). A partir desse momento, o setor saiu do escopo da Propesp e ficou subordinado diretamente à Reitoria, tendo como Assessora a professora Maria Regina Marques Marinho.

A partir de julho de 2013, com a reeleição da professora Márcia Perales (2013 - 2017), a ARII passa a ser coordenada pelo professor Naziano Pantoja Filizola Jr, figurando como Assessor e o professor Ingo Daniel Wahnfried como Assessor Substituto.

Em outubro de 2014, com a finalidade de padronizar os níveis hierárquicos da Reitoria, é aprovada a Resolução 046/2014, do Conselho de Administração, dentre os ajustes na estrutura organizacional, a Resolução cria a Assessoria de Relações Internacionais e Interinstitucionais e confirma sua vinculação à Reitoria.

Com a eleição do professro Sylvio Mário Puga Ferreira para reitoria (2017 -2021), o comando da Assessoria de Relações Internacionais passou à professora Leda Duwe Leão Brasil, tendo o veterinário Pedro Veloso Alves como Assessor Adjunto.